28 de dez de 2007

NÃO É PARA SER ASSIM

FOTO: J.Machado - Ponte Metálica / Fortaleza / CE - 2006

Não havia planejado nada disso, foi acontecendo. Bastou começar e como numa criação de coelhos, tudo foi aumentando a olhos vistos, apenas poucos e selecionados olhos. Cada cria é única e eterna, elaborada em curtas gestações. Vinte, dez e até cinco minutos.
Só não esperava que ficasse triste. A tristeza é só minha, plágio seu. O que faço é lhe contar o que sinto nas entrelinhas. E que culpa tenho se repito a mesma história cinza sempre? Os versos são eternos. A cor não.
Quero seu sorriso, sua voz marota e seus abraços fortes. Só quero suas lágrimas se forem de emoção ao me ler. Desculpas já pedidas na homenagem sua.
Imenso orgulho ao lhe ver crescer. Lembro dos nossos tempos de escola e de como você gargalhava das minhas aventuras tardias, das nossas brincadeiras do copo e das perguntas imaturas.
Não quero que se sinta só como aquele farol distante ou aquela ave solitária no céu de concreto. A frustração é só minha, o que me vale é o raro e fiel leitor, meu “best seller” ainda não vendeu, até agora.
Se necessário for, abro seus olhos para enxergar toda a beleza que lhe cerca, inclusive a das suas palavras minhas. Ajudo-lhe a abrir outros olhos cegos e a tirar os arranhões do vinil. Agora me endivido. Não é para ser assim. Não lhe vejo agora como antes.
Ligo cedo e insistentemente, pois me preocupo. Dói-me se em ti dói.
Acabo agora e espero que saiba que é para você. Enxergue a felicidade do que escrevo, a minha felicidade em conquistar, talvez, mais um leitor.
Espero que sua ficha caia aqui, é tudo seu.
Acabo agora, tenho que sair pra última e feliz noite insone.

2 comentários:

  1. Prezado Juca,

    Fico feliz com suas visitas a minha Casa de Palavras.

    Gostei muito desse texto seu e acho que a pessoa para quem escreveu entenderá as entrelinhas sim.

    Vou fazer um link para cá, para me tornar outra fiel leitora sua...

    Beijos e um Feliz 2008 para nós!
    Carol

    ResponderExcluir
  2. Não tenho palavras tão bonitas quanto às suas para descrever a emoção ao ler cada linha deste texto.
    Guardarei para sempre no coração.
    A única coisa que posso dizer à você é que "TE AMO, meu querido amigo"!
    Um grande abraço,
    Mi

    ResponderExcluir