31 de dez de 2010

Hoje fui acordado pelo telefone bem cedinho, número de família e logo pensei, lá vem notícia ruim. Ninguém liga uma hora dessas pra papear! Mas graças ao meu bom Deus, não era nada demais, nem nada que justificasse uma ligação tão cedo assim.
E como, pra variar, o sono se foi e a escrita me acalma, vim aqui pra me despedir de 2010.
Saldo positivíssimo. Muito a agradecer sempre.
Um ano de consolidações, de reconhecimento, de reaproximações, de grandes momentos, mas também de longas noites insones.
Um ano marcado pela saudade, saudade de quem se foi pra sempre e que deixa aquela dor funda e surda no peito, saudade de quem está lá do outro lado do mundo e a velha saudade de quem nem apareceu ainda.

Ficam então os desejos de um 2011 de paz, de crescimento, de saúde, de força e de muita felicidade.
Um magnífico 2011 a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário