7 de dez de 2010

É O QUE FICA...

Um susto, uma notícia que jamais queria ter recebido.
Sem se despedir, você se foi.
Sem ação, sem reação, sem pensar, sem estar.
O que fica é o choro e a saudade imensa.
O que fica é a sensação indefinível de não lhe ter mais.
O que fica é o luto até não sei quando.
Do seu sorriso, do seu gênio forte, de sua intransigência.
O que fica são as felizes lembranças.
(Do colégio, da dancinha coreografada no amigo oculto, da manhã de meia na escola, da carona na carroça,
da expulsão coletiva na aula de química, do teatro).
O que fica entre nós são nossas confidências.
O que fica são nossos amigos, nossos irmãos e nossas histórias eternas.
É tudo isso que fica, pra sempre e no coração.
É o que fica sem você.

Para a nossa amiga!

Nenhum comentário:

Postar um comentário