2 de fev de 2009

SARCASMO ANIMAL

FOTO: WWF Species - Urso polar

Ultimamente tenho me sentido mal por algumas coisas.
Depois de ler esta primeira frase, alguns podem dizer que estou começando novamente as minhas lamúrias.
Mas não estou!
Pra começar, ontem matei um frango. Na verdade ele já estava morto, o que eu fiz foi temperá-lo com requintes de crueldade, assá-lo em altas temperaturas por longas horas e por fim triturá-lo com meus dentes. E como ficou bom!
Outro dia quase que mando um cachorro pro inferno. Só não o fiz porque sua pobre mãe, uma gazela oligofrênica, teve um surto psicótico e precisou de maiores cuidados.
Tempos atrás, achei que tinha matado todas as borboletas. Consolaram-me dizendo que apenas as tinha espantado com o tiro da minha espingarda. Ou teria sido uma bomba atômica?
Os peixes, no início eu os alimentava demais. Acho que foi por isso que ficaram enjoadinhos. Por fim, eu os afoguei quando descobri que eram bicudos e tinham olhos esbugalhados.
E minha cascavel, pobre coitada, se alimenta e se mata com seu próprio veneno.
...
Acho que isso já basta.
...
Temo que, de agora em diante, deva ser taxado de inimigo da natureza, e que volte a ser um urso polar. Só peço a Deus que, quando isso acontecer, eu tenha pelo menos escovado os dentes.

Um comentário:

  1. Excelente!!!!!!!!!!!!
    Uma das coisas mais divertidas que eu já vi por aqui, sem dúvida alguma.
    De repente é só questão de achar um bicho que se adapte à você, ao seu jeito.

    A propósito, se bem entendo, as borboletas realmente não morreram não. Muito menos houve qualquer bomba atômica. Elas só voaram, assustadas, mas voltam um dia, quem é que sabe?

    Abraço grande!

    ResponderExcluir